www.amorlatinoamericano.3bb.ru

ЛАТИНОАМЕРИКАНСКИЕ СЕРИАЛЫ - любовь по-латиноамерикански

Объявление

Добро пожаловать на форум!
Наш Дом - Internet Map
Путеводитель по форуму





Информация о пользователе

Привет, Гость! Войдите или зарегистрируйтесь.



Тони Рамос / Tony Ramos

Сообщений 41 страница 56 из 56

41

http://4put.ru/pictures/max/591/1817746.jpg

0

42

http://4put.ru/pictures/max/727/2235721.jpg
http://4put.ru/pictures/max/727/2235722.jpg

0

43

http://s019.radikal.ru/i600/1309/e6/f4acf4ca6458.jpg

0

44

http://s019.radikal.ru/i605/1401/60/78bef576075e.jpg
http://s019.radikal.ru/i627/1401/6c/1c08afdc145b.jpg
http://s020.radikal.ru/i723/1401/d4/938cfe80a790.jpg

0

45

Ну и волосатость  %-)
http://4put.ru/pictures/max/830/2552766.jpg

Свернутый текст

http://4put.ru/pictures/max/830/2552769.jpg

0

46

http://s019.radikal.ru/i606/1404/89/fe3ffa416656.jpg
http://s003.radikal.ru/i201/1404/87/a6ed90d5cb6a.jpg
http://s019.radikal.ru/i635/1404/fc/d1ff24925d2a.jpg

0

47

http://i056.radikal.ru/1404/2a/864dcab77e1f.jpg
http://s019.radikal.ru/i616/1404/70/40677dc689fe.jpg

0

48

http://s020.radikal.ru/i710/1405/af/a025f76af823.jpg
http://s005.radikal.ru/i212/1405/5c/23609dc70e13.jpg
http://i031.radikal.ru/1405/9c/a75d48bf7e2d.jpg

+1

49

http://i062.radikal.ru/1407/fe/3217e3019027.jpg
http://s43.radikal.ru/i099/1407/5e/15cb159715d6.jpg

0

50

Tony Ramos: 50 anos de carreira com uma coleção de sucessos

Um dos maiores nomes da teledramaturgia brasileira acaba de completar 50 anos de carreira. Com mais de 40 novelas em seu currículo, Tony Ramos deu vida a uma coleção de personagens dos mais variados tipos. Relembre os mais marcantes:

http://i011.radikal.ru/1408/8c/8f5e25bb5414.jpg
Tiago (Vitória Bonelli, 1972)
Desde o início, Tony Ramos defendeu personagens controversos com louvor. Em 1972, ele começou a se destacar na dramaturgia com a novela Vitória Bonelli, exibida pela extinta Tupi. Na trama, era o jovem Tiago, filho rebelde de Vitória (Berta Zemel). Em uma das cenas mais marcantes da novela, a mãe o flagra prestes a incendiar a mansão de onde a família havia sido despejada. Primeiro, ela deu um sermão e depois ordenou ao filho que continuasse com seu ato inconsequente. Caso ele não tivesse coragem de incendiar a mansão, ela o trataria como uma criança: desceria suas calças e lhe daria umas palmadas "na bunda"! Foi a primeira vez que a palavra bunda foi pronunciada na TV. Revolucionário, não?

http://s16.radikal.ru/i190/1408/ad/d9b3475bf816.jpg
Ídolo de Pano (Tupi, 1974)
A beleza e o jeito de bom moço garantiram a Tony Ramos o posto de um dos galãs mais marcantes da TV. Em uma das primeiras novelas que protagonizou, Ídolo de Pano (Tupi, 1974), Tony fez o papel do jovem Luciano, irmão e rival de Jean, Dennis Carvalho, o grande vilão da trama. O rapaz era um playboy boa-praça, que vivia na farra e não se importava com os estudos. Pauline (Carmem Silva), avó dos dois, tinha o sonho de colocá-lo no comando das indústrias Clermon. Porém Jean (Denis Carvalho), o outro neto da empresária, aparentemente bom moço, mas de caráter duvidoso, armou diversas situações para prejudicar a imagem do irmão.

http://s017.radikal.ru/i430/1408/1e/30aed29de849.jpg
Márcio Hayala (O Astro, 1977)
Em sua segunda novela na Globo, O Astro, Tony protagonizou um inédito nu masculino. Ele foi Márcio Hayala, filho de Salomão Hayala (Dionísio de Azevedo) e Clô (Tereza Rachel). Salomão queria que o filho seguisse seus passos e administrasse a empresa da família, porém Márcio não tinha a menor vocação para os negócios. Ele era um jovem religioso e idealista, completamente alheio à fortuna do pai - tocava trompete e queria viver a vida numa boa. Após sair de casa, conheceu Herculano, e, influenciado por ele, que era uma espécie de vidente, resolveu assumir as empresas da família. Por intermédio do novo amigo, conheceu Lili e se apaixonou por ela. Porém, a moça não era bem vinda na família do ricaço, e uma grande tragédia estava por vir: Salomão Hayala foi assassinado, e Márcio teve que travar uma batalha com os acionistas para manter-se no controle dos negócios. O assassino de seu pai, Felipe Cerqueira (Edwin Luisi), foi descoberto apenas no último capítulo. Eita, novela boa!

http://s42.radikal.ru/i095/1408/84/589000bac257.jpg
André Carajana (Pai Herói, 1979)
Interpretar tipos regionais, de origem simples, é uma das especialidades de Tony Ramos. Em 1979, deu vida a André Carajana, filho de Malta Cajarana (Lima Duarte) e Gilda Baldaracci. Sempre de bom humor, ele trabalhava como vendedor de quinquilharias na feira de Paço Alegre. Foi abandonado pela mãe quando criança, passou dez anos num orfanato e foi criado pelo avô paterno, interpretado por Lima Duarte. Após a morte do avô, decidiu ir ao Rio de Janeiro conhecer um pouco mais de suas origens e investigar a morte de seu pai. Já na cidade grande, descobriu que seu grande ídolo não tinha uma imagem positiva. Era conhecido como bandido, traficante e bicheiro, além de ter sido acusado por roubo de terras e assassinato de um padre. O mocinho da trama não acreditou em tais acusações e só ficou em paz ao provar que seu pai tinha sido um herói e não um bandido.

Отредактировано Enny (05.08.2014 00:06)

0

51

...продолжение...

http://s018.radikal.ru/i500/1408/eb/48db328d51ff.jpg
Quinzinho e João Victor (Baila Comigo, 1981)
Em Baila Comigo, Tony Ramos ocupou o posto de galã duplamente. O ator interpretou Quinzinho e João Victor, gêmeos idênticos que foram separados ao nascer e não sabiam da existência um do outro. João Victor foi criado pelo pai, Joaquim Gama (Raul Cortez), e Quinzinho ficou com a mãe, Helena (Lilian Lemmertz). Com temperamentos completamente diferentes, eles acabaram se aproximando por uma sucessão de pressentimentos inexplicáveis. A história foi marcada pelos encontros e desencontros dos dois, que só se conheceram no final da trama. Tony foi muito elogiado por sua atuação, principalmente por ter conseguido fazer o papel dos gêmeos sem ajuda de maquiagens, utilizando apenas os recursos de voz, postura corporal e respiração.

http://s020.radikal.ru/i702/1408/9b/47e2d9ddf11c.jpg
Eduardo Figueiroa (Rainha da Sucata, 1990)
Ele também arrasou corações em Rainha da Sucata. O mestre da TV deu vida ao personagem Edu, um playboy falido, enteado de Laurinha Figueroa (Glória Menezes), casado com Maria do Carmo (Regina Duarte). Maria do Carmo era uma ricaça emergente, que herdou um verdadeiro império do pai e cuja fortuna foi construída com a venda de sucata. No início, o bonitão não tinha nenhum interesse na empresária, pois ela não era uma dama refinada. Laurinha Figueroa, malévola e interesseira, tratou de promover a união do casal, pois tinha planos de roubar a fortuna da sucateira. Ela também queria conquistar o coração do enteado, mas seu tiro saiu pela culatra: Edu se rendeu ao amor de Maria do Carmo. Tomada pela fúria e pela dor de cotovelo, Laurinha se jogou de cima do prédio em uma cena eletrizante.

http://i055.radikal.ru/1408/a0/6b9b5be43f16.jpg
Juca Mestieri (A Próxima Vítima, 1995)
A partir de Felicidade (1991), Tony passou a interpretar pais nas novelas, consolidando-se nesse papel com A Próxima Vítima (1995). O papel de Juca Mestieri fazia parte do núcleo pobre da novela. O personagem era um homem simples, que vendia verduras no mercado municipal. Apesar de sua aparência rude, tinha um coração de ouro e era um ótimo pai. O verdureiro, como era conhecido, não levava desaforo para casa e perdia as estribeiras facilmente caso se deparasse com alguma injustiça. Era apaixonado por Ana (Susana Vieira), que estava dividida entre o amor do comerciante e o ex-marido; mas se envolveu com Helena (Natália do Vale), uma mulher rica e infeliz, exatamente seu oposto. Juca, Ana e Helena protagonizaram as principais cenas da novela. O sucesso de A Próxima Vítima e do verdureiro Juca foi tão grande que o personagem deu nome a duas barracas de frutas no Mercado Municipal de São Paulo.

http://s018.radikal.ru/i512/1408/c5/ce1dbcbfb428.jpg
José Clementino da Silva (Torre de Babel, 1998)
Quase um vilão, seu Clementino de Torre de Babel causou estranhamento por ser um criminoso em busca de justiça. Ex-pedreiro e fabricante de fogos de artifício, ele passou 20 anos numa penitenciária por ter assassinado a esposa após a descoberta de uma traição. O crime ocorreu na festa de inauguração de um shopping onde ele trabalhava e do qual César Toledo (Tarcísio Meira) era proprietário. O empresário foi testemunha do assassinato, e seu depoimento imprescindível para o julgamento. Condenado, Clementino considerou sua pena injusta e nutriu o desejo de vingança ao longo dos anos. Ao sair da prisão, teve que enfrentar a rejeição da sociedade e o desprezo da filha Sandrinha (Adriana Esteves). Assim que deu início ao seu plano de vingança contra César, conheceu Clara (Maitê Proença), a governanta da casa dos Toledo. Ambos se apaixonaram, e Clementino teve a chance de se redimir e iniciar uma nova vida

http://s020.radikal.ru/i705/1408/73/705cb40ff0d7.jpg
Miguel (Laços de Família, 2000)
Em Laços de Família, Tony também exercitou seu lado paternal ao contracenar com Flávio Silvino, que atuou após o acidente que comprometeu seu sistema neurológico. O personagem de Tony era um homem interessante, culto e educado, dono da livraria Dom Casmurro. Era pai de Paulo (Flávio Silvino) e Ciça (Júlia Feldens). Paulo, como o ator, havia sofrido um acidente no passado, que deixou sequelas. O rapaz precisava de tratamento intensivo e apoio constante de Miguel. Ciça era uma garota rebelde que morria de inveja do irmão por causa dos cuidados que o pai dispensava a ele. A vida do empresário seguia em relativa paz, até que ele conheceu Helena (Vera Fischer) e se apaixonou por ela. A vida de Helena era ainda mais complicada do que a dele. Com tanta confusão em apenas um único folhetim, sobrou para o pobre Miguel correr atrás da médica a trama inteira. E ele teve muita paciência! No fim, toda a persistência valeu a pena, e os dois ficaram juntos e felizes.

Отредактировано Enny (04.08.2014 23:58)

0

52

...продолжение...

http://s60.radikal.ru/i169/1408/fb/0e5fef0bd4fa.jpg
Coronel Boanerges (Cabocla, 2004)
Tony deixou sua marca na segunda versão de Cabocla, em 2004. Boanerges era um típico "caipirão" interiorano, dono de muitas terras e chefe político da cidade. Tinha como inimigo o coronel Justino (Lauro Mendonça), com quem travou divertidíssimas batalhas pelo poder. O que nenhum dos dois esperava é que seus filhos, Neco (Danton Mello) e Mariquinha (Carolina Kasting), acabariam se apaixonando, sem saber quem eram os pais um do outro. O casal se separou devido à guerra familiar, e Neco, filho de Justino, venceu a eleição para prefeito, que disputou contra Boanerges. No fim, o moço acabou pedindo o apoio do rival... E a mão da filha dele em casamento!

http://s017.radikal.ru/i429/1408/c2/db704234cb34.jpg
Nikos Petrákis (Belíssima, 2005)
Tony utiliza com maestria os sotaques e trejeitos para interpretar diferentes tipos na telinha. Em 2005, deu vida ao grego Nikos, um homem boêmio, emotivo, com um grande coração. Nikos tinha uma grande mágoa: no passado sua namorada Katina (Irene Ravache), grávida de um filho dele, apaixonou-se pelo turco Murat (Lima Duarte) e fugiu para o Brasil. Com a esperança de um dia encontrar o filho, Nikos aprendeu português. Ainda na Grécia, conheceu a brasileira Julia (Glória Pires), por quem se apaixonou imediatamente. Com tantos motivos pulsando em seu coração, resolveu embarcar para as terras tupiniquins, dando origem à saga do personagem. A disputa entre Murat, Katina e Nikos pelo amor do filho rendeu grandes emoções, e o amor que o grego devotou a Julia deu gosto de ver! A atuação de Tony Ramos em Belíssima foi tão marcante que lhe rendeu o Prêmio Contigo de Melhor Ator Coadjuvante.

http://s017.radikal.ru/i439/1408/84/02c75e55c6e1.jpg
Opash Ananda (Caminho das Índias, 2009)
Para dar vida aos tipos característicos, o ator não mede esforços em pesquisas. "Nunca subestime o espectador", ensina. Mais um exemplo deste trabalho árduo aconteceu em 2009, quando Tony interpretou Opash - homem sério e orgulhoso, defensor das tradições hinduístas. Opash era casado com Indira (Elaine Giardini) e pai de Raj (Rodrigo Lombardi), que estava prestes a fazer um casamento arranjado com Maya. Porém, a moça se apaixonou por Bahuan (Márcio Garcia) e ficou grávida dele. Raj e Maya se casaram e ela enganou toda a família de Opash, dizendo que o filho era do marido. Raj também tinha um amor proibido no Brasil e o casamento dos dois passou por muitos desencontros até o capítulo final. Quanta confusão Opash teve que aguentar, hein? Caminho das Índias ganhou o Emmy de Melhor Novela Internacional.

http://s017.radikal.ru/i424/1408/76/589c33bf21f7.jpg
Antonio Mattoli (Passione, 2010)
Em Passione, Tony Ramos deu vida ao italiano Antonio Mattoli. Na verdade, Totó nasceu no Brasil, era filho de Bete Gouveia (Fernanda Montenegro) e Olavo (Francisco Cuoco), mas foi criado na Itália por um casal de empregados da família. Tudo porque Eugênio (Mauro Mendonça), marido de Bete, não manteve sua promessa: a de criar o filho que ela esperava desde antes de conhecê-lo. Quando a criança nasceu, Eugênio entregou o bebê ao casal de empregados e, para a esposa, disse que ela não tinha "vingado". A vida de Totó mudou da água para o vinho quando descobriu ser herdeiro da fortuna da família Gouveia. Apesar de rodeado pelo amor da família, Totó, que era viúvo, não resistiu aos encantos de Clara (Mariana Ximenes) - uma jovem aparentemente gentil e apaixonante, que, na verdade, não passava de uma trambiqueira da pior estirpe. Ela descobriu que Totó era um milionário e traçou o plano perfeito: casar com o italiano, roubar sua fortuna e livrar-se dele na sequência. Totó teve muita sorte e no final desmascarou a vilã com cara de anjo.

http://s58.radikal.ru/i162/1408/57/e766bfa77098.jpg
Vidigal (O Rebu, 2014)
Depois de tantos tipos diversificados, finalmente Tony Ramos ganhará um personagem realmente mau. No remake de O Rebu, que estreia no dia 14 de julho, ele será Vidigal, um empresário sem caráter, que se considera acima do bem e do mal. Ele estará envolvido na morte de uma garota de programa. Na noite da tumultuada festa na casa de Angela (Patrícia Pillar), Bruno (Daniel de Oliveira) é encontrado morto na piscina da mansão e Braga é considerado um dos suspeitos do crime. O rapaz estava investigando o envolvimento do empresário na morte da tal prostituta. Já no primeiro capítulo o rebu estará armado, mas Tony já faz ressalvas sobre a fama do personagem: "O que é ser vilão? Para mim, um vilão é um psicopata, um sociopata... Ele comete atitudes absurdas, mas tem um propósito - em nome de 40 mil empregos.

Источник

0

53

http://s020.radikal.ru/i702/1408/22/604f192f13d4.jpg
http://s03.radikal.ru/i176/1408/f2/3bfe27309fa9.jpg

0

54

http://s020.radikal.ru/i722/1411/51/da642445871e.jpg
http://s014.radikal.ru/i327/1411/56/8ba03993cc96.jpg

0

55

http://s020.radikal.ru/i720/1504/2e/4308c8f2d9bd.jpg

0

56

http://i016.radikal.ru/1506/3f/e533f5c5443a.jpg

0